segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Todo dia a mesma noite: Livro reconstrói cenas da tragédia na boate KISS

Todo dia a mesma noite é o mais novo livro de Daniela Arbex

Foto: JR Faria Studios
Todo dia a mesma noite é um livro bem elaborado pela esplêndida escritora Daniela Arbex.  Experiente, premiada e uma excelente jornalista investigativa, ela vem com seu mais novo livro tratando sobre a tragédia da Boate Kiss. Um trabalho bem intenso, mas que pode ser conferido nas páginas dessa bela obra.

Para escrever a obra, Daniela analisou as 20 mil páginas que compõem o Caso Kiss na Justiça. Além disso, fez mais de 100 entrevistas com personagens de Santa Maria. Incluindo mães e pais de vítimas, sobreviventes, peritos, o ex-prefeito da cidade e até profissionais de saúde que pela primeira vez falaram sobre o caso.

Depois de transcritos, os depoimentos ocuparam cerca de 5 mil páginas no computador da autora. Com base nesse material, ela reconstrói cenas do dia do incêndio, mostra como o episódio abala ainda hoje a cidade e dá aos números e aos fatos a dimensão humana necessária.

É por essas e outras que jornalistas como ela precisam ser valorizados, afinal não deixa o verdadeiro jornalismo morrer.
Confira abaixo a entrevista que ela deu para nosso Blog.

Regis Thiago - Como surgiu a ideia de investigar mais a fundo esse fato?

Daniela Arbex - Muitas vezes, o jornalista não escolhe as histórias que quer contar, mas é escolhido por elas. Isso aconteceu com a Kiss, quando, em 2016, um radialista do meu grupo de comunicação, Marcos Moreno, me mandou uma mensagem pelo Facebook dizendo que precisava conversar comigo.

Na redação, ele me disse que tinha conhecido uma enfermeira de Santa Maria e que eu "precisava contar essa história". Na hora, sorri, e disse que Santa Maria ficava do "outro lado do mundo" e que todo mundo já tinha contado essa história. Mas ele insistiu e a atitude dele mexeu comigo.

Comecei a procurar as famílias pelas redes sociais, para saber como estavam, e a primeira mãe que me respondeu disse que eles precisavam ser ouvidos. Depois disso, peguei um avião e fui para o Rio Grande do Sul.

R.T. - Qual seu objetivo em publicar o livro sobre a Tragédia da Boate KISS?  

D.A. - Nacionalizar a tragédia e fazer com que as pessoas se coloquem no lugar do outro, criando empatia com esse evento, entendendo o tamanho da devastação provocada pela dor, mas também pela falta de justiça.

R.T. - Qual sua maior dificuldade em realizar uma investigação deste caso, aparentemente abafado para que fosse esquecido? Houve alguma retaliação?

D.A. - Não houve retaliação, mas enfrentei muitas dificuldades, entre elas a distância de casa. Durante dois anos, viajei cinco vezes para Santa Maria deixando meu filho que hoje tem seis anos. Lidar com o tsunami que foi a Kiss também afetou muito a minha rotina familiar. Vivi o luto deles.

R.T. - Alguns dos responsáveis por conceder alvarás, licença de funcionamento, além de realizar vistorias e outros protocolos não cumpridos enquanto a boate funcionou, escaparam do processo. Com seu livro, você procura dar voz aos familiares das vítimas e sobreviventes do incêndio?

D.A. - Não só aos parentes das vítimas e aos sobreviventes, mas aos bombeiros, aos profissionais de saúde que atuaram no dia do evento, ao ex-prefeito da cidade, ao Ministério Público.

R.T. - O livro Todo Dia a Mesma Noite toca na ferida com relação à impunidade Brasileira quando há envolvimento de poderosos empresários, juízes e até mesmo políticos. Você acredita que seu livro tendo alcance internacional ajudará a contribuir nessa luta contra essa impunidade?

D.A. - Acredito muito que o livro vai criar uma nova consciência em relação ao evento e também em relação ao descumprimento de deveres funcionais por parte de agentes públicos que usam a burocracia para justificar as falhas.

Só construindo memória é que a gente se empodera para não mais repetir os erros do passado e o Brasil ainda não tinha passado essa história a limpo, como “Todo dia a mesma noite” faz agora.


Livro: TODO DIA A MESMA NOITE
Autor: de Daniela Arbex
Páginas: 248 
Impresso: R$ 39,90
E-book: R$ 19,90
Editora: Intrínseca 


Nenhum comentário:

Postar um comentário