domingo, 15 de outubro de 2017

Professores: Aos mestres com carinho


Hoje farei um post um pouco diferente. Na verdade é uma homenagem a todos os professores. Sabe aqueles que ficam com seus filhos, levando ensinamentos e de quebra tem paciência com a falta de educação de muitos alunos? Esses são os professores; profissão que se trabalha muito e ganha pouco. Já tive do lado de lá também, kkkk....

Na verdade tive vários que não recordarei, mas cada um teve seu papel. Professores como a Zordaide, Bueno e o Pessoto foram incríveis. Sem contar o professor Renato que me fez entender que química e física podem ser engraças mesmo sendo matérias chatas (na minha opinião) e consigo ver isso só agora. No entanto, duas (Lucia e Estela) eu ainda tenho contato até os dias atuais. E não poderia ficar sem deixar algumas palavras, essas mesmas, aquelas palavras que no meu passado era apenas um sonho.

Agradeço a cada minuto o incentivo que me deram desde o tempo da escola. Agradeço pelas broncas, pelas correções e por terem aguentado minhas chatices e críticas de aborrecente.
Saiba vocês professores, importantes na minha formação e de outros, és nosso amigo e muitas vezes nossos inimigos. Tudo depende da idade kkkk. Lúcia e Estela agradeço pelos ensinamentos, não apenas aqueles passado através dos livros e do giz. Mas um que foi além.

Primeiro, a Lúcia é Corintiana Roxa e a Estela Palmeirense. Aprendi ali que a rivalidade é saudável desde que haja respeito. Segundo, me fizeram acreditar no meu sonho. Graças a vocês, hoje sou jornalista. Tornei-me o que eu sempre sonhei e vocês tiveram um papel essencial. Nunca me deixaram desistir. E terceiro, quando eu escrevi uma redação e vários alunos leram, descobriram que naquela época eu tinha epilepsia. Zoaram bastante comigo, hoje, seria bullyng. E vocês sempre me falaram que era passageiro e eu não poderia me sentir diferente.  Fato verdadeiro; não tenho mais crises, isso realmente foi passageiro.

Enquanto todos me julgavam, riam e diziam; “você nunca será jornalista”, vocês estavam ali para me fortalecer e dizer ao contrário.
Não tenho muitas palavras para agradecer o fato de ter conquistado meu sonho e de ser o homem que sou hoje.  Nesse pequeno texto tentei lembrar momentos marcantes na minha história, e assim homenagear o dia de vocês. Feliz dia dos professores.  

Esse são os relatos delas sobre o que é ser professor....

Estela De Paula Z – Minha Professora de Matemática


Ser professor é uma vocação, uma missão, é carregar dentro de si uma paixão pela profissão, e esta paixão se estende a cada um de seus alunos... É sentir-se orgulhoso e realizado a cada conquista de seus pupilos...  É uma troca contínua, compartilhar conhecimentos e renovar suas aprendizagens constantemente ...  É criar vínculos indestrutíveis com seus alunos, rezar todos dias para que o futuro de todos seja de sucesso e muita alegria. É levar em suas lembranças e no coração cada rosto e pensar em todos eles com muita saudade e carinho sempre!!


Lúcia Piccolo – Minha Professora de Português


Ser professor é uma questão de escolha, mesmo sabendo que o caminho é árduo. Ser professor é ter consciência do tamanho da responsabilidade que terá. Ser professor é se deixar levar pelo amor, pela dedicação; é buscar forças para estimular a aprendizagem, quando estamos diante dos problemas da sociedade. Ser professor é aprender no dia a dia ensinando. Para ser professor, não basta apenas, frequentar uma universidade e se dizer professor. Ser professor é algo muito mais profundo. Ser professor é antes de mais nada, ter paixão pela profissão.


Depois dos relatos de vocês, hoje tenho a certeza que aprendi com vocês a amar nossa profissão antes de tudo. E mais uma vez; “Obrigado por me ensinarem a acreditar em mim”. 

Um comentário:

  1. O papel do professor em nossa vida é essencial para o crescimento. Tem muitos professores que não viu lembrar, mas tem uma, a Francilene, que me deu aula de matemática e fazia umas músicas com fórmulas que até hoje me lembro, e cantarolo elas na mente em oras de resolver questões em vestibulares. Ela era divertida, inteligente e atenciosa.
    Lindo os seus professores deixarem relatos de como eles se sentem sendo o que são <3


    Cupcakeland

    ResponderExcluir