quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Emilly Amite lança sua obra na Bienal Internacional do Livro e bate um papo com o Blog TJM


Eu nem preciso falar minha felicidade em saber como nossos escritores brasileiros andam crescendo. No Blog Tudo Junto e Misturado valorizo isso. Valorizo pessoas que acreditam e correm atrás dos seus sonhos e não medem esforços para conquistá-los. Hoje é dia de Entrevista aqui no blog, com a escritora *Emilly Amite, autora do livro, “Do outro lado do espelho”.

Para quem me acompanha sabe sobre minhas viagens semióticas e no livro de Emilly, identifiquei esse formato. Sabe aquela sacada de trazer situações da realidade, sendo contadas pela fantasia?
É nessa sacada que fiquei curioso em saber as motivações da escritora com relação ao seu livro, autografado na Bienal Internacional do Livro no Rio de Janeiro deste ano.
Bora lá conferir?

Tudo Junto e Misturado - Quando decidiu ser escritora? 

Emilly Amite - Acho que eu me dei conta de que realmente queria ser escritora quando terminei o livro 1 - Do outro lado do espelho e vi o quanto estava feliz por compartilhar um pedacinho de mim com o mundo.

TJM - O que motivou você a escrever sua história? 

E.A. - Hmmm, o que me motivou foi o isolamento. Eu morava num sítio bastante distante no interior do RS, então eu ficava muito sozinha. Passava horas pelas florestas de lá e comecei a imaginar a história que já tinha criado com 14 anos, mas estava adormecida, se formar com mais vida. Peguei os rascunhos que estavam esquecidos num caderno e retomei a escrita! Era uma fuga do mundo.

TJM - Como foi estar na Bienal esse ano? 

E.A. - A Bienal Internacional do livro do RJ foi incrível! Foi maravilhoso ver as pessoas em meio a tanto conhecimento e entretenimento. Deviam haver mais eventos como esse em intervalos menores e mais acessíveis também, acho que aumentaria o número de leitores.

TJM - O que falaria aos novos escritores? 

E.A. - Escrevam tudo o que vier a mente, cada ideia, cada detalhe, pois aquilo depois pode se tornar uma base pra sua história e nunca desista de tentar, pois ninguém vence sem dar o primeiro passo.

TJM - Percebi que seu livro traz situações reais, sendo descritas pela fantasia. Por que dessa sacada?

E.A. - Não acontece só no livro 1. Em toda a série coloco situações reais, medos reais, e pequenas verdades escondidas, pois para mim, literatura fantástica é um meio mais "colorido" de ensinar. Então, muitas pessoas descobrem na fantasia, que existe uma saída pra qualquer problema! Eu mesma já fui tirada do fundo do poço por livros de fantasia e acho que eles são a melhor maneira de mostrar que lutas reais podem ser vencidas.

E aí, o que achou? É escritor ou conhece algum que tem um trabalho bacana? Mande sugestões para nós no e-mail redacaotjm@hotmail.com
  
*Sobre a autora:

Nascida em 8 de julho de 1991 em Itaboraí, no Rio de Janeiro, apaixonou-se pela escrita quando se mudou para o Rio Grande do Sul, onde passava a maior parte do tempo escrevendo poemas e contos. Aos quatorze anos começou a escrever seu primeiro livro, que foi recriado e modificado mais de 17 vezes até chegar ao ponto que queria. Do outro lado do Espelho só saiu do papel em dezembro de 2012, quando finalmente criou coragem para escrevê-lo por completo. Logo descobriu que era isso que amava fazer, escrever e mostrar para as pessoas os mundos que criou para si.

Sinopse:

Leona tem apenas dezessete anos e o mundo inteiro a espera. No último ano do ensino médio, a garota nem imagina que sua vida está prestes a virar de cabeça para baixo. Um portal se abre e a envia para o mundo de Amantia. 

Tudo em que sempre acreditou desmorona bem diante dos seus olhos e vai ser preciso mais do que coragem para sobreviver a essa jornada e voltar para casa. Acompanhada de um elfo negro, vai tentar chegar a Torre das Nuvens, mas não sem antes enfrentar as mais assustadoras criaturas mitológicas.


Serviço

Autora: Emilly Amite
Edição: 1
Ano: 2017
Páginas: 252
Capa: Brochura - Supremo 250g Com duas orelhas
Assunto: Literatura Nacional - Fantasia 
Idioma: Português

2 comentários:

  1. Gostei da sinopse, fiquei com vontade de ler para saber o desfecho.
    Interessante saber o que motivou ela escrever o livro.

    Beijos

    www.camilaporai.com.br

    ResponderExcluir