quarta-feira, 1 de junho de 2016

“O Homem e o Mar – Fotografias – Olhar Coletivo I” está em cartaz em Caraguá

Foto: JC Curtis/Fundacc

Ao lembrar as belas imagens de Sebastião Salgado, fotógrafos de Caraguá reuniram seus acervos. Mágico, tocante e realístico. Nessa semiótica, o MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba apresenta até domingo (5), a exposição  “O Homem e o Mar – Fotografias – Olhar Coletivo I”. 
As imagens revelam a sensibilidade dos artistas ao captar as expressões desta profissão, que é considerada uma das atividades econômicas mais tradicionais no Brasil e de grande importância cultural, reforçando a memória e contribuindo para a afirmação da identidade e fortalecimento da cultura pesqueira local. 
A curadora da exposição, Adriana Coutinho*, salienta "reunimos nesta mostra os profissionais que há pelo menos duas décadas, veem registrando a pesca artesanal em nossa região e documentando o modo de vida destas pessoas. A fotografia é apenas uma fração de segundo, um momento que sabemos que nunca vai existir novamente e são imagens individuais. Fotografamos para ver por quem não viu, nos apropriamos de momentos, documentando para fazer memória, geramos imagens que formam opinião. O PB foi uma opção estética intencional em nosso mundo vibrantemente colorido, para destacar o momento. O foco é no tema. E a pesca artesanal tem que ser pensada e refletida, visando gerar intenções que visem à preservação deste ofício como modo de vida e como Patrimônio." 
A exposição traz um recorte do acervo dos fotógrafos profissionais Adriana Coutinho, Edu Gois, Felipe Santos, Gianni D’Angelo, Gustavo Grunewald, J.C. Curtis, Jules Verne, Thales Stadler e Zoran Djordjevic, que ao longo de anos de registros, apresentam momentos da relação dos pescadores artesanais com o mar.

A mostra tem classificação livre e podem ser visitadas gratuitamente na segunda-feira, das 13h às 18h, e de terça-feira a sábado, das 10h às 18h. O MACC está localizado no Polo Cultural Profª Adaly Coelho Passos, na Praça Dr. Cândido Motta, nº 72, no Centro. Mais informações: (12) 3897-5661.


*(Adriana Coutinho é Jornalista cultural e fotógrafa - atualmente coordena as áreas de audiovisual, literatura e meio ambiente da Fundacc) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário