sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

A BRIGA COMEÇOU

Mesmo sem a Justiça Eleitoral expor seu calendário para as eleições, a corrida pela presidência de nosso país começou. No dia 18, quinta-feira deste mês, ocorreu em Brasília, o 4º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), onde foram comemorados os 30 anos do partido.
Fundado em 1980, defendia bandeiras obviamente socialistas, seu slogan de campanha era “Trabalho, Terra e Liberdade”. Com uma popularidade de 80% de aprovação do seu governo, acredita-se que a eventual sucessora oficial de Lula, Dilma Rousseff ministra da (Casa Civil), pode ser uma forte candidata a cadeira presidencial. Algo já confirmado esta semana.
O deputado e atual presidente do PT Ricardo Berzoini, diz que o projeto do PT é apoiar a candidatura da ministra nas eleições de outubro.
Devemos nos lembrar que a atual popularidade de Lula foi construída pelo apoio de centrais sindicais, movimentos como sem-terra e sem-teto, a isenção de impostos, perdão de dívidas, financiamentos e refinanciamentos pelo BNDES, as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), sem esquecer, a conquista de sediar a Copa e as Olimpíadas em nosso país.
Os cargos distribuídos nos altos escalões do governo também fortalecem Lula no seu trajeto e nos seus projetos futuros de governo.
Uma das táticas políticas, pelo menos no meu ponto de vista e de uma certa maioria, foi o lançamento do seu filme “Lula – O Filho do Brasil”, onde relata a trajetória de Lula, sua luta e dificuldades que sofreu para chegar onde esta.
O atual presidente corre para cumprir suas promessas nesta reta final de seu mandato, onde visitou cidades mineiras para inauguração de escola, casas e um novo campus na Universidade. Alem disso, Lula anuncia ampliar o Prouni (Programa Universidade para Todos).
Mesmo com tanta popularidade e aprovação, será que o povo brasileiro esqueceu-se do famoso escândalo do mensalão no ano de 2005 ? Sem esquecer-se do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, onde tornou-se poderoso em montar uma estrutura poderosa e milionária em financiar campanhas eleitorais.
É, parece que os escândalos não foram poucos, mas o PT esta com preocupado em eleger a ministra Dilma e não com os acontecimentos do passado.
Deve-se lembrar também que irão concorrer os candidatos José Serra (PSDB) atual governador de São Paulo, Heloisa Helena (PSOL), José Maria (PSTU), enfim outros candidatos que podem atrapalhar essa vontade do PT em continuar no poder. Agindo desta forma o PT aparenta imitar Cuba, onde Ruy Castro, irmão de Fidel Castro é atual presidente do país. Mas será que o Partido dos Trabalhadores estaria pensando em colocar a Dilma e deixar Lula opinar em seu mandato se for eleita? Tudo bem que para surpresa de todos Lula não foi eleito para nenhuma função dentro do partido. Será uma estratégia política? Enfim é esperar e observar os debates e o trabalho dos marqueteiros para eleger um novo presidente ou presidenta. Sem contar com o apoio de alguns veículos de comunicação.

6 comentários:

  1. É o PT já começou realmente pois sabe que a Dilma ainda é desconhecida de muitos. Diferente do PSDB,que confia demais na experiência de Serra e esquece de fazer um lobby maior por ele. Apesar que o PSDB tá dividido entre o Serra e o Aécio. É aí que pode estar se decidindo as eleições antes mesmo de começar.

    ResponderExcluir
  2. Muito Bom o Blog bem informativo

    ResponderExcluir
  3. Essas eleições vão literalmente feder... Estou até vendo...

    ResponderExcluir
  4. Esse texto me lembra uma conversa no dia que fomos na livraria. Muito bom você ter escrito sobre isso aqui.
    E eu não me esqueci do mensalão não.
    Só faltou citar a Marina Silva.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Régis
    Ótimo texto, é sempre bom falar de politica.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Muito bem abordado,as eleiçoes de 2010 permanecem como um assunto delicado.Um sapatinho de cristal exposto na vitrine popular...o que mais encantar e encaixar o pezinho fica com a faixa presidencial.

    ResponderExcluir