quarta-feira, 15 de novembro de 2017

“Vai um café? Cafeteiras e formas de preparo” é tema de exposição em Santos

quarta-feira, novembro 15, 2017
Vai um café?
Foto: Museu do Café/Divulgação
Quem já não ouviu essa pergunta, seja ao visitar alguém, para esquentar e até mesmo para ler um bom livro, né? Café combina com tudo. Eu particularmente não vivo sem. O cheiro já me mata, não importa a hora. E eu não poderia ficar sem falar de uma Exposição que vai rolar no final de novembro, no Museu do Café, na cidade de Santos. E o post de hoje é sobre ela.

O café evoluiu muito e sua forma de preparo também. No entanto, muitos métodos antigos são usados até hoje. Porém, a maioria é desconhecida pelo brasileiro.

A exposição “Vai um café? Cafeteiras e formas de preparo” apresentará uma diversidade de cafeteiras e maneiras de fazer a bebida, de métodos artesanais a mecânicos, explicando como eles surgiram e os princípios do seu funcionamento, priorizando os métodos que ainda permanecem em uso até hoje. Segundo pesquisas, o Brasil tem preferência histórica pelo café coado/filtrado, que se mantém na liderança isolada, seguida pelo café expresso e pelo solúvel.

Bom; agora me resta conferir essa exposição que modéstia parte é tudo de "bão". Provar alguns cafés, conhecer novas técnicas e descobrir suas mais curiosidades.  E você, também é fã de café?

Serviço

Foto: Museu do Café/Divulgação
Exposição: “Vai um Café? Cafeteiras e Modos de Preparo”
30/11 | QUI | 19h00
Local: Museu do Café
Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos/SP
Preço: Grátis
Telefone: (13) 3213-1750

Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 10, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Aos sábados, a visitação é gratuita. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado das 9h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h.

Outras informações estão disponíveis no site www.museudocafe.org.br.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Livro "No mar revolto da vida encontrei você" é lançado em Caraguá

segunda-feira, novembro 13, 2017

O livro mostra que amor realmente existe


Fala galeara! No post de hoje eu contarei sobre lançamento do livro “No mar revolto da vida encontrei você”, da escritora Raquel Rosângela Santos. A noite de autógrafos aconteceu na última sexta-feira (10), à noite, na Mar de Letras Livraria, no Caraguá Praia Shopping, aqui na minha cidade.

E nem preciso falar, lotou a livraria. A obra literária conta a história de amor da autora e seu esposo Fabiano Santos que partiu para um sono profundo aos 40 anos (em março de 2016), com uma história de superação por meio das artes plásticas. Eu ao conversar com a autora aprendi que mesmo em um mundo cheio de ódio, o amor constrói pontes indestrutíveis. Ele realmente existe. Confere aí a entrevista:  

Tudo Junto e Misturado - Como surgiu a ideia de escrever?

Raquel Santos - Foi indo pra são Paulo visitar meu marido, resolvi mostrar o quanto ele era importante em minha vida ,foi aí que comecei a escrever uma carta por dia e publicar  deixando  ele é todo mundo ver a imensidão  do meu amor...sabe aquela oportunidade que quase ninguém tem, e se tem não aproveita para se despedir  de quem se ama e falar tudo que precisa? 
Então, eu falei e fiz... 

T.J.M - Sempre gostou de ler e escrever? 

R.S.- Sempre gostei muito de ler, meu maior exemplo  era o Biano (esposo), ele me incentivava muito e gostava de tudo que eu escrevia, mas nunca segui uma regra; era sempre o que vinha do coração. 

Sempre em nossas conversas saia alguma coisa que eu falava e ele sempre dizia: “Olha, você precisa escrever um livro, você leva jeito, tem jeito de escritora...mas nunca levei a sério até sua partida..

T.J.M. - Quais são suas inspirações? Autores? 

R.S. - Minha maior inspiração foi o Biano Santos que não era escritor, mas me apresentou a uma afinidade de livros. Sempre li muitos romances, entre eles Zibia Gasparetto  e diversos outros  romances espíritas , diversos poemas e gosto muito de Raquel de Queiroz , Fernando Pessoa....


T.J.M.Por que decidiu escrever seu livro? 

R.S.Quando  Biano leu as cartas que eu publicava  no Facebook, ele me disse: “Amor, quando eu partir escreva as cartas e mostre ao mundo o quanto foi lindo nosso amor”...Decidimos  até um nome pro livro que seria : “CARTAS AO MEU AMADO”. 

Só que depois de sua partida  resolvi também fazer  uma grande homenagem ao artista Biano Santos, com toda sua trajetória e descoberta da arte  com fotos, achei alguns poemas também que inclui no livro e por fim mais de 40 cartas que fiz; algumas com respostas dele. 

Vi que o nome não poderia ser mais , CARTAS AO MEU AMADO, pois seria uma grande homenagem e não só um romance. Foi aí que Biano entrou novamente de uma forma linda em meus sonhos, me passando o mais lindo nome e me disse: COLOCA O NOME DO LIVRO ASSIM: NO MAR REVOLTO DA VIDA ENCONTREI VOCÊ ...... ESSE ROMANCE  VAI SER MAIOR SUCESSO E ASSIM FIZEMOS...

O mar revolto  é nome que ele deu ao último  quadro  que  começou e não conseguiu concluir. Ele está na capa do livro e estará em exposição no Caraguá Praia Shopping.  

Bom galera, eu tive o privilégio de olhar seus quadros e claro que foi de arrepiar. 

Você pode comprar pelo site da Multifoco

Livro: No mar revolto da vida encontrei você
Autor: Raquel Rosângela de Medeiros santos
Ano: 2017
Páginas: 78
Gênero: Romance

Sinopse: Fabiano Santos partiu para a eternidade aos 40 anos (em março de 2016), e com uma
história de superação por meio das artes plásticas. Raquel Rosângela de Medeiros Santos. Sua esposa e autora do livro “No mar revolto da vida encontrei você”, junto às filhas Gabriela
e Juliane, foram testemunhas e obras fundamentais na trajetória do artista que tinha uma vida tranquila até 2006, quando ele começou a sentir um cansaço físico extremo para executar atividades simples.

Ao procurar o médico e se submeter a uma bateria de exames foi diagnosticado com Fibrose Pulmonar Idiopática. Doença que comprometeu seus dois pulmões e o impossibilitou de trabalhar. Ocupou-se pintando mais de 100 telas (de 2011 a 2016), participando de exposições e colorindo muita vida. O livro reúne as cartas que Raquel escreveu EM VIDA para seu amado! Esta obra literária revela as interfaces da SUPERAÇÃO, de superar PELA AÇÃO, de amar, ter compaixão e se colocar no lugar do outro.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Blogueiro: Um influenciador digital

quarta-feira, novembro 08, 2017
Fala galera!! Após alguns questionamentos com relação a ser blogueiro, vou explicar o poder que um influenciador digital pode ter. Ser um blogger é a profissão do momento e nos dias atuais vai além da diversão. Não é só ficar sentado escrevendo, afinal pensar em conteúdo não é tão fácil. Mas vamos lá saber mais sobre a profissão. Para quem não sabe, a China foi o primeiro país a oferecer uma graduação para influenciador digital. Já o Brasil é o segundo país a oferecer o curso com duração de 2 anos.
   
Você já compartilhou opiniões por uma pessoa ter um ponto de vista parecido com o seu? Identificou-se com algum assunto postado nas redes sociais? Sentiu-se influenciado em algum momento? Essa são pessoas que prezam pelo seu nome e sua profissão - os influenciadores digitais. Não tem como fugir, a internet é onde mais se gera influências nas pessoas.

Em um curso que fiz esse ano aprendi algumas coisas sobre o Micro e o Mega influenciador. Os dois tem um papel importante, no entanto cada um trabalha de uma forma diferente.
Eu como jornalista do blog Tudo Junto e Misturado me enquadro o Micro Influenciador. Bora lá entender algumas coisas básicas:

Micro Influenciador

Têm entre 1.000 e 10000 seguidores.
Criam conteúdo com os quais seu público pode se relacionar e encontrar inspiração,
Interagem muito com seus seguidores, porque é um número muito menor e “gerenciável” do que no caso de um Mega Influencer.
Conseguem um número menor de Likes e Comentárioa, mas conseguem influenciar e engajar de uma forma mais direta.

Mega Influenciador

Têm mais de 100.000 seguidores online e offline.
São exemplos a seguir para seus seguidores.
Não podem interagir com seus seguidores por causa da quantidade enorme.
Ganham muitos likes e comentários
Pode-se dizer que os Mega Influencers têm uma escala maior, mas menos engajda, devido à falta de interação com o público.


Então galera, se você não entende minha profissão, não despreze aqueles que estão trabalhando um passo a sua frente. Se tiver na dúvida? É só pesquisar no google. 

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Futuro da Nação: Jovem de 16 anos lança seu terceiro livro em São Paulo

segunda-feira, novembro 06, 2017
Foto: Ricardo Marujo
"Para Não Dizer Que Deixei de Te Amar" é a mais nova obra da escritora Monaliza Nunes, que tem apenas 16 anos e está em seu terceiro livro. É isso mesmo que leram, é aqui no Brasil que existe esse talento.

Eu como jornalista e atualmente livre dentro da blogsfera, parabenizo a jovem pelo seu esforço, talento e por acreditar em seus sonhos. Eu bati um papo com a jovem e com sua mãe pelo telefone e nem preciso falar nada, a base dessa talentosa moça vem da família.

O lançamento rolou na Livraria Martins Fontes da Paulista com a presença de amigos, da imprensa, Youtubers  e influenciadores digitais.
Foto: Ricardo Marujo
Natural de Várzea Alegre, no Ceará, Monaliza mora em São Paulo com os pais e duas irmãs mais novas.

Para sua mãe é muito gratificante ver as conquistas da filha. “Só tenho que agradecer a Deus por tudo que ela vem conquistando. É muito gratificante e como mãe a incentivo sempre”, informou a mãe (Luíza Maria) toda orgulhosa.
Já Monaliza me contou um pouco sobre o lançamento, “eu gostei bastante, reuniu muitos amigos e isso me deixou bem feliz”.

Ela também me falou que suas influencias literárias vêm de Nicholas Sparks, com quem ela realizou o sonho de conhecer esse ano e entregar-lhe um de seus livros.
Com relação aos novos trabalhos ela me disse, “estou participando de uma antologia que se chama "Toda Terra" e já está em pré-venda. Nela cada escritor escreveu um conto em um continente, sendo o meu o continente Africano”.

Foto: Ricardo Marujo
E me contou em primeira mão um pouco sobre seu próximo livro. “O próximo livro que estou escrevendo (sozinha) se chama Nina e foge um pouco do romance. No começo da história Nina acorda em um hospital sem lembrar-se de nada das últimas horas, ela está em pânico e os pais dela não conseguem responder suas perguntas, o médico manda dar um sedativo e quando ela dorme volta 3 meses antes para falar sobre tudo que aconteceu”, explicou a jovem.

Agora é aguardar os novos lançamentos da jovem e mais uma vez, “Parabéns pelo talento e pela família incentivadora que tem”.

A Jovem

Monaliza Nunes, aos 14 anos escreveu seu primeiro livro "Com Todo Amor do Mundo", e já no embalo, lançou, junto de outros autores, uma coletânea de contos de amor. O primeiro livro conta a história de Liz, uma personagem que perdeu seu marido Miguel e para superar a dor de sua morte, escrevia cartas para o amado. O conto "Pela Janela do Trem", publicado no livro "Mais Amor Por Favor", é um romance baseado na Segunda Guerra Mundial.


Já o livro lançado, "Para Não Dizer Que Deixei de Te Amar", aborda a vida do Luiz, um senhor que já viveu muitas experiências na vida e passa a reviver essas lembranças. Fala sobre amor, indecisões e tudo que as pessoas fazem para ficar com a pessoa amada.

sábado, 4 de novembro de 2017

Gimenes: A barbearia TOP de um cara muito TOP

sábado, novembro 04, 2017
Olá Galera!! O post de hoje é um pouco diferente. O assunto é “Uma barbearia Top de um cara muito Top”. Situada aqui na minha cidade, eu já havia conhecido algumas barbearias. Para quem me conhece sabe, sou chato quando o assunto é cabelo e barba. 

Como em qualquer profissão existem profissionais e profissionais. No entanto, a Dom Gimenes Barber Shop que fui visitar me chamou a atenção no momento que entrei para perguntar apenas o valor do corte. Depois disso já me senti em casa. Primeiro pelo atendimento e depois pela atenção aos detalhes no corte.

Quem cortou meu cabelo foi o Lucas Cortez e do meu filho foi o Wander Luiz. Resultado, cliente satisfeito indica o serviço para todos os amigos. E indico mesmo, afinal, o Wander dá aulas em uma instituição de beleza e possui vários certificados.

Bati um papo com o Wander para saber mais sobre a escolha da profissão. “Corto cabelo há mais o menos um ano. Sempre gostei dessa profissão, sempre achei bonito ela. Eu procurei fazer algo que eu me sentisse bem. Uma profissão que eu fizesse por amor e não somente por dinheiro. Vi um vídeo na internet de um cara cortando o cabelo e a transformação que ele fez na pessoa; e decidi fazer um curso de barbeiro. Acredito que Deus me deu esse dom, e graças a Ele tem dado certo”, informou.

Curioso que sou perguntei se não teve medo do mercado e ele respondeu, “o mercado é concorrido, mas tem espaço para todo mundo”. Indagado sobre crescer no mercado ele finalizou, “pretendo evoluir com os pés no chão, meu foco é antes de ter um salão TOP eu quero ser um profissional TOP”.  

E assino embaixo, um ambiente confortável e exclusivamente masculino, com cuidados para todos os estilos de barba e cabelo.

Olha o que alguns clientes que estavam esperando disseram:

“O atendimento e a forma que ele corta o cabelo me atraiu a ser cliente fiel. Eu parei aqui e cortei. Desde então só corto aqui”. – Aldrey

“Eu sou amigo e fui cobaia do Wander e sempre gostei do trabalho dele pelos estilos do corte”. - Luiz Fernando

“O Wander é o único que faz minha barba. Eu estou há 7 anos em Caraguá e cortava meu cabelo em Guaratinguetá. Desde que conheci essa barbearia não precisei subir mais a serra para cortar”. – Luiz Henrique


Serviço


End. Rua Tertuliano Fogaça, 226 - Estrela Dalva (Próximo Asilo São Vicente) - Caraguatatuba/SP
Tel.: 12-98170-0072
E-mail: wandekucaragua@hotmail.com

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Livro "Com os Pés na África" conquista 2º Lugar no Prêmio Jabuti 2017

quarta-feira, novembro 01, 2017
Foto: Divulgação
Olá Galera!! Mais uma vez estou muito feliz! Feliz por ter recebido a notícia que meu colega de trabalho, o jornalista e escritor Sérgio Túlio Caldas conquistou a 2º colocação no Prêmio Jabuti 2017 com seu mais novo livro, “Com os pés na África”. E mais feliz ainda pelo meu trabalho no blog ter tido reconhecimento ao ser lembrado pelo escritor falando da entrevista que fiz.

Em fevereiro deste ano, falamos um pouco sobre o livro Super Ilustrado e moderno do escritor. Para quem quiser, é só conferir a entrevista que fiz com ele para saber mais sobre o livro, o que foi incrível. E esse mês recebi a informação de sua obra estar entre os 3 primeiros colados na categoria Didático e Paradidático.  

A obra revela o continente africano a partir de um ponto de vista privilegiado, onde o autor mergulha em suas próprias experiências e aventuras pela região para dar voz ao personagem Túlio. Ao explorar lugares desconhecidos, conhecer pessoas com valores diferentes dos seus e encarar riscos de viagens, Túlio se torna uma importante testemunha dos tempos atuais da África.

E onde foi parar o livro? Na principal premiação literária do país, o Prêmio Jabuti 2017.  Claro, eu fui perguntar ao Túlio a sensação de ser finalista e ele explicou, “ser finalista do Jabuti, a mais importante premiação da literatura do Brasil, vai além de ser uma honra imensa. O fato de estar indicado ao lado das obras de autores, ilustradores e capistas de primeira grandeza é um reconhecimento valioso do meu trabalho. E, ao mesmo tempo, é um estímulo para aperfeiçoar-me a cada novo livro a ser criado, escrito, com responsabilidade ainda maior”.

E finaliza ao me dizer sobre conquistar o segundo lugar; "uma honra, e uma emoção e tanto, ver o meu “Com os Pés na África” (Moderna), premiado em segundo lugar na seletíssima lista, categoria “Didáticos e Paradidáticos”. Pela Moderna, também foram premiados Walcyr Carrasco e Eva Furnari. 30 de novembro, dia de correr para o abraço e pegar a estatueta na entrega dos prêmios, no Auditório Ibirapuera, SP, quando serão anunciados os vencedores do Livro do Ano de Ficção e do Livro do Ano de Não Ficção”. 

Sobre o autor

Sérgio Túlio Caldas é jornalista, escritor, diretor de TV e roteirista. Viajante contumaz, ora por meio do trabalho, ora por pura curtição, tem pegado estrada das Américas à Ásia para escrever, fazer reportagens e filmar. Trabalhou para importantes veículos de comunicação do País, como o jornal O Estado de S.Paulo, revistas Veja e Os Caminhos da Terra, TVs Gazeta e Record. 

Tem roteirizado e dirigido documentários e séries para o canal National Geographic, e para tvs públicas brasileiras. Para o NatGeo, entre outros programas, escreveu a série de 10 episódios “Nos Caminhos de Che”, e dirigiu o seriado, também de 10 episódios “Parques de São Paulo”. Na África, por onde viajou e morou durante um ano, dirigiu um programa de jornalismo e entretenimento exibido na TV Pública de Angola, TPA). Autor de vários livros, como Nas Fronteiras do Islã (Editora Record), Café/Um Grão de História (Dialeto) Sérgio Túlio Caldas publicou pela Moderna Terra sob Pressão – A vida na era do aquecimento global, finalista do Prêmio Jabuti.

Informações técnicas


Autor: Sérgio Túlio Caldas
Ilustração: Fefê Torquato
Área: Não Ficção
Formato: 20,50 x 24,00 x 1,00
Número de páginas: 104
Preço sugerido: R$ 44,00


segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Para ouvir e curtir: 1Kilo

segunda-feira, outubro 30, 2017

Olá pessoal! Vocês conhecem a 1Kilo?

Bem hoje venho com um post musical e conto pra vocês sobre a 1Kilo que está roubando a cena no cenário do rap nacional.
1 kilo

A Gravadora 1Kilo Records é um selo independente fundado em Agosto de 2015 no Rio de Janeiro e tem como integrantes Pablo Martins, Dj Grego, DoisP, Felipe RastaBeats, Rafael Sadan, Pelé MilFlows, Daniel Knust e MZ.
fonte: rapmais.com

Conheci a 1 Kilo por acaso, quando estava assistindo alguns vídeos no youtube, na verdade tinha deixado o computador ligado rolando as músicas que estavam na lista de reprodução do youtube, com base nas músicas que eu estava escutando. De repente ouvi um som que me agradou bastante, e quando fui ver era da 1 Kilo, a partir daí já comecei a caçar mais vídeos para ver os outros trabalhos e me surpreendi.

Eu gosto muito de rap, mas gosto mais ainda quando ele é diferenciado e tem outras influências musicais. Como disse Pablo Martins (um dos fundadores e integrante) em uma entrevista, a meta e objetivo da 1 Kilo é a junção da musicalidade do Brasil, como adicionar MPB, rock, reggae entre outros estilos musicais, enriquecendo a cultura do rap. Acho que esse quesito que me chamou bastante a atenção.

Além dos integrantes oficiais há vários vídeos com diversos rappers da cena nacional, muita gente nova aparecendo e mostrando que veio para fortalecer o rap.

Esse ano acho que foi um dos melhores para a 1Kilo, eles estouraram. Eles estão no Top Brasil do Spotify. No site Vagalume, a música Deixe-me ir está na 3ª posição do Top Músicas de Outubro de 2017, na 2ª posição de Top Artista Nacional e na 4ª posição de Top Artista Geral (nacional e internacional). 
Com mais de 1 milhão de seguidores no Youtube eles estão chegando à quase 2 milhões, acredito que em breve eles cheguem à essa marca.

Já contei um pouco sobre o trabalho da 1Kilo, agora está na hora de vocês conferirem as músicas:

Essa é a música que foi citada no post e está sendo uma das mais tocadas.



Nas músicas da 1Kilo não tem só homem não, nesse vídeo temos a rapper Lili mandando bem.


Para conhecer mais sobre o trabalho da 1Kilo acesse as redes sociais:


E vocês já conheciam a 1Kilo? Gostaram do som? Conta aí!

Espero que tenham gostado do post!
E não deixem de me acompanhar lá no blog Camila por Aí e no instagram @camilaporai 
Até o próximo post! Beijos

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Filme: 1922 - O verdadeiro monstro não é sobrenatural

sexta-feira, outubro 27, 2017
Foto: Reprodução
Oi Galera!! Sextou e nesse clima chuvoso nada melhor que ver um filme com muita pipoca e enrolado no cobertor. Hoje vou falar de um filme que chamou muito minha atenção; chamado 1922. É mais uma adaptação da obra de Stephen King lançada na Netflix.

A trama é muito simples e bem envolvente. Uma fotografia magnifica e semioticamente falando, não dá para perder nenhum detalhe.

História é de Arlette, esposa de Wilfred, que herdou uns hectares de terra de seu falecido pai e queria vendê-lo, assim como a propriedade de seu marido e deixar para trás a vida no campo. 

No entanto, o marido não gosta nada dessa história. Isso envolve o filho do casal também. Depois de muitas brigas, Wilfred cria um plano macabro para assassinar a esposa e começa a fazer a cabeça do seu filho para colocá-lo em prática.

Em minha opinião, o ponto mais alto deste filme é o suspense psicológico. Esse sim é o xis do filme. Não precisou de nada sobrenatural para assustar e ser um  suspense intrigante. O fato que assombra todas as pessoas é a nossa mente. Esse sim pode ser seu verdadeiro monstro, te fazer pensar e agir da forma mais louca ou correta na vida. Tudo vai depender do monstro que você irá alimentar.

Fazia tempo que eu não assistia a um filme bem interessante como este. Até que ponto podemos chegar por causa de nossas ambições e desejos? Essa é a reflexão percebida no filme.
Você já assistiu ao filme ou leu o livro? Conte aí o que você achou!!

Serviço:
1922

2017 16 1h 42min

Um fazendeiro confessa o assassinato da esposa. E esse é só o começo desta trama macabra baseada num livro de Stephen King.

Estrelando: Thomas Jane,Molly Parker,Dylan Schmid
Gêneros: Dramas baseados em livros,Obras de época do século XX,Suspense psicológicos.
Direção: Zak Hilditch