quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Futebol dos artistas lota Arena Verão em Caraguatatuba

quarta-feira, janeiro 17, 2018

Futebol dos artistas aconteceu na praia do Indaiá


Futebol dos artistas reuniu no último domingo (14), atores globais como Fábio VillaVerde, Anderson RizziMárcio KielingAndersonTomazini e Rafael Viana, além do cantor Maurício Manieri.  O jogo foi contra a equipe da Secretaria de Esportes da cidade e a Arena Verão pegou fogo.

Antes do jogo conversei com o Mauricio Manieri, sempre simpático e atencioso me explicou que não ia criar expectativas para o jogo. “Não vou falar se eu jogo muito bem para não criar muita expectativa na galera. Mas vai ser um evento bem divertido”. E realmente ele foi bem bacana.  
Durante o jogo os artistas puderam retribuir o carinho com a torcida, fãs de carteirinha de cada artista. 

O jogo terminou empatado em 7 a 7 e nos pênaltis quem levou a melhor foi o time dos artistas.  O capitão do time, o cantor Mauricio Manieri foi quem levantou o troféu.
O evento estava bem bacana, a imprensa da região estava em peso, encontrei até meu colega de trabalho do Livre Jornal, Rafael Rodrigues, fazendo live para página do jornal.

O único momento mais tenso do jogo foi quando deram uma entrada mais dura no ator Márcio Kieling. Infelizmente ele precisou sair do jogo e ficar com gelo no seu pé para dar uma aliviada na dor. Chato mesmo foi para quem o machucou. 
O atleta da secretaria não foi pedir desculpas após ter dado uma entrada desnecessária na estrela do time dos artistas. Ei jogador, seja mais esportista.   O Márcio ficou chateado, afinal ele tinha peça a noite no teatro Mário Covas. Mas no fim deu tudo certo.

Futebol dos artistas e sua organização


Anderson Rizzi superou as expectativas, fez gol de pênalti e tudo mais. Ele me explicou que não jogava há aproximadamente 2 anos, “eu não jogava há uns dois anos cara. Uma vez fui brincar com os amigos e eu torci o pé e fiz algumas apresentações no teatro machucado. Aí eu fiquei meio com medo e de lá pra cá eu evito jogar.  E sempre trabalhando. Aí não dava”, explicou. Sobre o evento, a organização, os fãs e o jogo, ele saiu bem satisfeito. “Foi gostoso demais, uma terapia, foi incrível. Uma galera divertida, carinhosa. E o fato de nós estarmos aqui retribuindo esse carinho deles (fãs), nossa foi ótimo. Parabéns aos organizadores do evento que foi muito bem organizado”.
Também conversei com organizador do evento, Carlos Romagnolli, e ele me contou estar muito feliz com a produção do Arena Verão. “A expectativa do Arena Verão é boa. A gente abriu o evento com a Seleção brasileira de futsal Máster e foi bem legal, lotado mesmo com chuva, e hoje uma energia superpositiva, trazendo 3 artistas que estão na novela das 9 da globo, 2 que estão na novela pega-pega e o cantor Maurício Manieri. Realmente um time de estrelas e não é toda cidade que consegue trazer tantas personalidades juntas e colocar tão próximas assim da população como eles estiveram hoje. Estou bastante feliz ao ver que o público lotou a arena. Isso mostra o dever sendo cumprido”.

Futebol dos artistas e outras atrações

Além do Futebol dos Artistas, quem foi ao local pôde conferir diversas atrações inteiramente gratuitas.

Aulas de zumba e alongamento, entretenimento com danças variadas e Espaço Kids com brinquedos infláveis e oficinas de pintura estiveram a disposição dos que frequentaram a praia neste final de semana.

Espero que tenham gostado galera!!!

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Buscar um novo emprego é a meta de muitos em 2018

segunda-feira, janeiro 15, 2018

Buscar um novo emprego; confira algumas dicas



Buscar um novo emprego e recolocação no mercado de trabalho. É isso que falarei no meu post hoje. Um assunto muito procurado nos dias atuais. A crise afetou empresas e muita gente também. Alguns querem entrar no mercado do trabalho, outros buscam sua recolocação nele.   

Pesando nesse assunto, eu bati um papo com *Renata Deszio Polazzo, profissional da área de recursos humanos há 12 anos no mercado.
Bora conferir algumas dicas e situações que precisam ser evitadas na hora de buscar um emprego.


R.T. - No início do ano é uma boa procurar emprego? 

R.D.P. - Régis, o que eu sempre digo para as pessoas, é que cuidar da carreira é igual cuidar da saúde. As pessoas esperam perder o emprego para começar a correr atrás. A dica é sempre manter seu cv atualizado, ir a entrevistas e não deixar de mandar currículos. Quando ficamos doentes, queremos nos curar rápido, investimos dinheiro e ficamos bravos inclusive com alguns médicos. Todo tratamento é demorado. Mesma coisa do emprego! 

Tem que manter os documentos atualizados, o CV, tem que enviar currículo, manter linkedin, conexões e etc.
Eu como RH recebo mensagens do tipo, nossa quanto tempo, você sumiu, etc. E isso realmente é uma coisa desagradável. A pessoa estava estável em um emprego e em nenhum momento te chamou para um café ou para um bate papo. O network não é realizado somente quando você precisa. Ele é feito justamente no dia a dia. 

Outra questão é uma cultura que temos: Ah o ano só começa depois do carnaval. Ah as empresas só contratam em X mês.
Isso não existe mais. Todos os meses são realizados processos seletivos. Não tem data. É aquela mesma mania de querer começar o regime de segunda feira, começar no ano novo cheia de planos e não conseguir por em prática. Essas culturas tem que acabar. 
Procurar emprego faz parte da sua rotina, nem que for uma hora por dia, ou 3 horas por semana, enfim, você tem que se organizar. 

Na primeira semana de 2018 agendei processo seletivo para Departamento pessoal e não compareceram candidatos em dois horários que eu agendei. 
Pela cultura que temos! 
Segunda e terça feira são os dias mais cheios para a busca de emprego, por que sentiu falta do dinheiro no final de semana. Na sexta feira, é o dia mais vazio, e com maior número de faltas nos processos seletivos. 

Esse ano em especial, temos 16 feriados, Copa Eleição e etc, então sinto que as pessoas estão querendo se recolocar o quanto antes. 
Muitas empresas, apesar de terem cortado muitos funcionários, no final de dezembro, sabem que esse ano será movimentado. Temos que parar de falar da crise. Muita gente que foi mandada embora em 2015/2016 acabou abrindo um próprio negócio, ou começou a atuar na área que realmente gosta! A crise veio para mexer e chacoalhar. Muita gente mudou de área, e 2018 está cheio de ótimas promessas. 

R.T. - Quais as informações necessárias que precisa ter em um currículo? 

R.D.P. - Nome, idade, endereço, contatos, emails, objetivo, formação, últimas experiências, nome das empresas, área delas, data da entrada e saída, e se possível o motivo.


R.T. - Como um candidato precisa se portar em uma entrevista? 

R.D.P. - Primeiro que o candidato deve entrar no site da empresa e saber do que se trata. 
É importante ele treinar as perguntas de seleção na casa dele em frente a um espelho, gravando áudio no whatssap, vídeo dele mesmo, treinar com uma amiga, namorado, enfim. Os candidatos veem muito despreparados, e o pior, sem sabem falar deles mesmo. 

Isso já é uma forma dele saber se portar. 
A questão da vestimenta é bem importante.
Celular, rádio, etc, não podem estar ativos nessa hora.  Tem muita coisa, muitas dicas, porém o principal é o respeito. 

R.T. - Quais os erros mais comuns cometidos nas entrevistas que o candidato não pode ter? 

R.D.P. - Chegar de roupa curta, ficar falando no celular, com fone de ouvido, vícios de linguagem, não saber falar dele, não saber quanto tempo demora para chegar na empresa, não ter estudado nada da vaga antes, de não se atentar sobre as perguntas e etc. 

R.T. - Quais as maiores dificuldades dos recrutadores na hora de contratar? 

R.D.P. - Falta dos candidatos, falta de atenção deles, falta de retorno deles. Currículos confusos, candidatos de difícil acesso e inflexibilidade. Distância.

R.T. - Quais são suas dicas para os candidatos? 

R.D.P. - Estudem antes de ir para qualquer entrevista e se atendem a explicação da selecionadora. Não adianta ficar ansioso, por que o que é seu está guardado. Saiba falar de você! 

R.T. - As empresas analisam o comportamento dos candidatos nas redes sociais antes e depois da contratação para ver se o mesmo encontra-se motivado? 

R.D.P. - Eu sempre olho antes, e depois. Nós avaliamos, principalmente quando a pessoa leva atestado médico e posta fotos na praia! A questão da motivação prefiro ver no dia a dia, porem tem funcionários tem ficam distante, ai nesse caso, realmente as redes sociais me ajudam.


Profissional da área de recursos humanos a doze anos, atuando  com foco maior em recrutamento e seleção e gestão de pessoas!
Idealizadora do projeto Mercado de Trabalho, aonde instrui pessoas no bairro da Pompeia, em São Paulo a se portar em processo seletivo, o que responder, como se vestir e etc!
Contato: 
Email.: renatadesiopolazzo@gmail.com
Skype.: Renata.Desio.Polazzo

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Moema Viezzer lança biografia durante encontro de lideranças femininas da OBMEl

quarta-feira, janeiro 10, 2018

Moema Viezzer é referência em educação popular e sustentabilidade  


Foto: Pedro Fernando do Rego/Supereco

Moema Viezzer foi uma das palestrantes do evento, que teve como pauta dois temas de grande relevância como “Desenvolvimento Sustentável” e “Agenda 2030 da ONU”.
E você sabem que o Blog ama quando o assunto é cultura, principalmente quando é algo bem relevante para sociedade. 

O livro “Vocação de Semente” – biografia de Moema Viezzer foi escrito por Tereza Moreira. Lançado durante o Encontro de Lideranças Femininas da OBME – Organização Brasileira das Mulheres Empresárias, na Assembleia Legislativa, em São Paulo, reuniu diversas palestras e personalidades.

Os palestrantes foram Ika Fleury, Conselheira da Fundação Dorina Nowill, Madeleine Blankenstein, da Grant Thornton Brasil,  Andree de Ridder Vieira, presidente do Instituto Supereco, Geovana Quadros, presidente da Confraria das Mulheres Inspiradoras, Paola Robba, estilista da Poko Pano, além de representantes de variadas instituições. O momento foi também de homenagens (in memorian) à Adelina Alcântara Machado, fundadora da OBME e a apresentação da nova presidente da OBME, Lilian Saratini Schiavo.

Facilitadora da inteligência coletiva, Moema é considerada uma referência mundial quando o assunto é educação popular e sustentabilidade.
Escrita em forma de depoimentos e abraçado pelo Instituto Supereco, Itaipu, OBME e Brasil Sustentável Editora, a biografia tem um recorte bastante específico, conforme explica a autora Tereza Moreira. 

“Escolhemos destacar como sua vida contribuiu para facilitar a inteligência coletiva, sua história, o resgate de suas metodologias e a maneira de lidar em grupos, para que os mesmos sejam operantes na transformação social”.

Sobre o Autor:  Moema Viezzer - A educadora, socióloga e escritora Moema Viezzer tem um raro talento. O de estar no lugar e na hora em que ocorrem grandes movimentos coletivos ligados à educação popular, ao feminismo e às questões ambientais. 

Sua trajetória, narrada neste livro, reflete o dom de facilitar a inteligência coletiva por meio de uma intensa atuação social. Sua biografia, colhida a partir de depoimentos à jornalista Tereza Moreira, narra sua história e reflete sobre questões emergentes e emergenciais para a sociedade brasileira atual.


Livro


O livro “Vocação de Semente – a história de uma facilitadora da inteligência coletiva”, pode ser adquirido pelo site da Brasil Sustentável Editora: 

Capa: 4 cores com orelhas de 8 cm, impressão 4x2 cores com laminação Bopp fosca.
ISBN: 978-85-98847-31-3
Número de páginas: 424 páginas
Formato: 16,5 x 24 cm

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Livro Os contos de New Locked City de P.P.Rodd

segunda-feira, janeiro 08, 2018

Livro Os Contos de New Locked City é de tirar o fôlego

Livro Os Contos de New Locked City é um suspense de tirar o fôlego de qualquer amante de uma boa investigação policial.

Para os amantes de uma boa história de mistério, suspense e casos policiais. Na obra do escritor P.P. Rodd, trama começa com a morte de um amigo em comum de diversos personagens. 

O relatório do legista informa que foi suicídio, mas o renomado detetive K. não acredita nessa história. Ele conhecia Gabriel e a vida bem sucedida que tinha. Um suicídio estava fora de cogitação.

A Perícia


Cadáver: Gabriel Murad – Suicídio, tiro contra cabeça, bala alojada no cérebro, digitais na pistola. Possível depressão e abalo emocional. Pág. 14

Esse foi o que o Dr Philip Porto disse ter acontecido, no entanto sua amiga de trabalho, a doutora Maria não acreditava em um suicídio. E não entendia que mesmo fazendo questionamentos o sr Porto não mudou de ideia.

O detetive K. inicia sua investigação, afinal não havia um motivo real para a morte já que Gabriel estava no ápice de sua carreira. Durante o funeral observou a presença de todos os “amigos”, a elite da cidade e nem todos estavam tristes.

Mexer com os poderosos, os granfinos da cidade não seria algo tão fácil. Isso requer muita coragem.   

Mas a coragem não se mede com palavras, a coragem se mostra nas situações mais adversas e nos momentos mais contraditórios e, quase sempre, por aquele que se nega a estufar o peito e dizer ser valente. Pag. 33


A história é contada através de diários, gravações, anotações e rascunhos, do ponto de vista dos personagens, alternando entre a trama principal e a trama paralela – nesta, os personagens secundários, que geralmente são os suspeitos, revelam segredos do passado, em que se arrependem profundamente, fazendo o leitor suspeitar de qualquer um.


Os Contos de New Locked City é um livro de tirar o fôlego, recheado de elementos que permeiam a cultura pop (corridas clandestinas, conflitos da máfia italiana e uma cidade fictícia baseada em Nova York).


Agora Doutora M. e o detetive K. estão juntos nessa investigação, no entanto, quanto mais pistas encontram, mais próximos de morrer eles ficam.

A obra leva o leitor a toda uma sombria atmosfera de suspense, transportando-o a uma verdadeira investigação policial.

Livro Os Contos de New Locked City e a minha opinião


Eu amei a capa. Muitos dizem que não podemos julgar o livro pela capa, mas a capa chama muita atenção. Eu gostei do estilo dela pelo suspense que dá.
Além disso, a linguagem do livro é bem leve, direta e bem jovem, principalmente nessa era digital. Não é uma narrativa cansativa.
As páginas amareladas ajudam na leitura, o que eu particularmente acho uma sacada incrível.

A história me chamou atenção pela investigação, pelo suspense e pelos detalhes que o autor descreveu.
Eu como jornalista me amarro em investigações, e no livro a narração não parece ficção se analisarmos o contexto geral do mundo.

A trama fala sobre Máfia, corridas clandestinas, indústria farmacêutica, amor e até que ponto o ser humano pode chegar para conquistar o tão sonhado poder. Uma bela reflexão para nossas vidas.
  

Livro Os Contos de New Locked City - Sinopse


Em Contos de New Locked City, a morte por suicídio de um amigo em comum de pessoas distintas marca o início da trama. Presentes no último adeus estão seus amigos – a elite da cidade. Mas um solitário detetive começa a suspeitar de algo errado: seu amigo não tinha motivos para se matar, pois ascendia em sua carreira, e todos ao redor pareciam satisfeitos com sua morte.

O detetive parte, então, em busca de respostas, insatisfeito com o laudo do óbito. Assim ele começa a descobrir pistas que o levarão até o assassino. Longe dali, uma legista desconfia dos segredos sobre o finado, que a obrigam a entrar nessa jornada, até que seu caminho se cruza com o do detetive. Os dois, juntos, passam a investigar essa morte cheia de incógnitas.
OS CONTOS DE NEW LOCKED CITY
 De P. P. Rodd


Editora: Autografia
Gênero: Ficção
ISBN  978-85-518-0440-7
192 páginas

Sobre o autor:


P. P. Rodd é a mente por trás de todos os mistérios que permeiam Os Contos de New Locked City. Apaixonado por contar histórias desde os 14 anos, escreveu o livro em meados de 2009, em um blog, dando aos personagens os nomes e características de seus amigos como uma forma de homenageá-los.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Escritora Ana Maria Santos participa de noite de autógrafos em Caraguá

segunda-feira, dezembro 11, 2017

Escritora Ana Maria Santos deu uma entrevista exclusiva ao TJM



Foto: Divulgação/Nobel Caraguá
Na última semana rolou uma noite de autógrafos na Livraria Nobel de Caraguá com a escritora Ana Maria Santos, tendo como apoiador cultural a empresa Tio Coxinha. Não posso esquecer da empresa KB Branding, responsável por reunir todas as partes nessa ação de co-branding.

Eu infelizmente não pude estar no evento, mas consegui conversar com a escritora que ficou bem satisfeita com a recepção que teve na cidade. Seu livro intitulado “Policia Federal: A lei é para todos” inspirou o filme também. Seu livro traz os bastidores da operação Lava Jato, que vai entrar para história do país.

Bom, eu achei incrível conversar com a Ana, principalmente por saber que esse livro é uma trilogia e ela irá continuar esse trabalho. Além disso, ela também me contou que logo lançará um livro.

Tudo Junto e Misturado - Importância do livro no contexto social brasileiro? 

Ana Maria Santos - É difícil dizer se haverá e a dimensão da importância do livro no aspecto social brasileiro. Mas é razoável afirmar que a obra contribui, sim, com mais uma leitura sobre a Operação Lava Jato, considerando que mostra os bastidores da investigação, incluindo a visão dos agentes e delegados da Polícia Federal que integram o Grupo de Trabalho em Curitiba.

TJM - Quais suas motivações durante a escrita?

A.M.S. - A Lava Jato é uma operação que entrará para a história do Brasil. O número de investigados, crimes revelados, dinheiro recuperado, perfil socioeconômico dos condenados, entre outros aspectos da Operação, são inéditos. Escrever sobre esta investigação e seus inúmeros desdobramentos é um enorme desafio, mas, também, muito motivador.

TJM - Houve alguma retaliação contra o livro?

A.M.S. - Não.

TJM - Como é lidar com um assunto tão polêmico?

A.M.S. - O livro foi inteiramente baseado em fatos, que é a melhor maneira de lidar com assuntos polêmicos.

TJM - Quais os novos projetos e livros?

A.M.S. - Estou terminando um livro, o nome é Santo Desejo. Depois, trabalharei na sequência do Policia Federal - A Lei é Para Todos, que será uma trilogia.

Sinopse

Os bastidores da Operação Lava Jato. O livro que inspirou o filme Polícia Federal: A lei é para todos.
A Polícia Federal é protagonista na história da Operação Lava Jato, mas sua atuação impõe uma discrição que instiga a curiosidade sobre os bastidores de suas atividades. 
Ao acompanhar os policiais envolvidos em cada etapa da investigação, em ritmo de thriller, Ana Maria Santos e Carlos Graieb apresentam o olhar inédito da instituição sobre uma das maiores operações de combate à corrupção da história. Nunca antes um livro expôs tão detalhadamente todas as nuances — decorrentes de dúvidas e incertezas e consequentes de pressões de ordem política — do trabalho do policial.

Livro: Polícia federal: A lei é para todos
Autor: Carlos Graib e Ana Maria Santos
Gênero: Reportagem
Páginas: 280
Editora: Record



quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Livro “Todo dia a mesma noite” fala sobre a tragédia da boate KISS

quarta-feira, dezembro 06, 2017
Livro será lançado em janeiro

Foto: Divulgação
Livro "Todo dia a mesma noite", da jornalista Daniela Arbex será lançado no dia 19 de janeiro de 2018. Uma jornalista que admiro muito pelo seu trabalho e que promete com essa obra, ser bem polêmica, afinal, como ela mesmo diz, é uma história não contada.

O blog Tudo Junto e Misturado fez uma entrevista com a jornalista este ano sobre manter o bom jornalismo e claro, já fui bater um papo para ter mais informações sobre a sua mais nova obra.
Em janeiro vocês terão todos os detalhes na edição da Revista TJM, podem aguardar que vem revelações sobre os fatos e o incêndio da Boate Kiss.

Sobre o livro

Reportagem definitiva sobre a tragédia que abateu a cidade de Santa Maria em 2013 relembra e homenageia os 242 mortos no incêndio da Boate Kiss.
Daniela Arbex reafirma seu lugar como uma das jornalistas mais relevantes do país, veterana em reportagens de fôlego - premiada por duas vezes com o prêmio Jabuti - ao reconstituir de maneira sensível e inédita os eventos da madrugada de 27 de janeiro de 2013, quando a cidade de Santa Maria perdeu de uma só vez 242 vidas.

Foram necessárias centenas de horas dos depoimentos de sobreviventes, familiares das vítimas, equipes de resgate e profissionais da área da saúde - ouvidos pela primeira vez neste livro -, para sentir e entender a verdadeira dimensão de uma tragédia sobre a qual já se pensava saber quase tudo. A autora construiu um memorial contra o esquecimento dessa noite tenebrosa, que nos transporta até o momento em que as pessoas se amontoaram nos banheiros da Kiss em busca de ar, ao ginásio onde pais foram buscar seus filhos mortos, aos hospitais onde se tentava desesperadamente salvar as vidas que se esvaíam. Foi também em busca dos que continuam vivos, dos dias seguintes, das consequências de descuidos banalizados por empresários, políticos e cidadãos.

A leitura de Todo dia a mesma noite é uma dolorosa e necessária tomada de consciência, um despertar de empatia pelos jovens que tiveram seus futuros barbaramente arrancados. Enxergá-los vividamente no livro é um exercício que afasta qualquer apaziguamento que possamos sentir em relação ao crime, ainda impune.

Formato(s) de venda: livro, e-book
Páginas: 248
Gênero: Não Ficção
Formato: 13,5 x 21 x 1,7
ISBN: 978-85-510-0285-8
E-ISBN: 978-85-510-0286-5
Lançamento: 19/01/2018


segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

O casório deu trabalho, mas foi do jeito que queríamos

segunda-feira, dezembro 04, 2017
O casório deu certo 
Foto: Camila Tuan

O casório foi incrível gente. Tudo bem simples, em casa mesmo. Apenas uma recepção para padrinhos e parentes. E foi “da hora”. Claro que deu uma atrasada por diversos fatores, eu atrasei, bolo atrasou e ainda esqueci de buscar os salgados. A decoração deu muito trabalho. Ela ficou a cargo da minha prima Camila Tuan, do Blog Camila Por Aí, o Gilberto - o cara zica e detalhista na organização. Além da minha esposa, eu e o meu irmão, o cerimonialista do evento, Obede.  E não poderia esquecer-se da florista e tia da minha esposa, jovem Ivete.

 Eu nem preciso falar né, estávamos bem ansiosos. Eu sou estressado por natureza e tudo me irritava. Não via a hora de começar o casório. Eu pensava que não ia dar tempo e deu.
Ia começar às 19h, kkkkk, mas iniciou por volta das 22h. Mas deu tudo certo. Ufa. Estou casado!!! E como dizem meus amigos, “chega de casamentos porque não sou o Fábio Jr e nem a Gretchen; chegou a hora de sossegar”.  

Agradeço todos pela ajuda na organização e pela companhia de todos. Aos leitores e parceiros do blog, agradeço a compreensão da minha licença casório.
Mas agora já estamos de volta e com o pique todo. Eu estava parado, mas minha mente não. Essa não pode parar. E nesse mundo louco eu arrisco sempre ao tentar algo novo na vida. 

O não eu tenho garantido, mas terei a consciência limpa que um dia eu tentei. Isso na vida profissional, amorosa ou espiritual. Errar ao tentar é humano, reconhecer seu erro é para fortes; mas arriscar algo novo, é não ter medo de acreditar em seus sonhos.
O blog Tudo Junto e Misturado está cheio de novidades nesse final de ano. Sem contar que em 2018 teremos algumas surpresas aos nossos leitores. Novos parceiros e novos projetos. Fiquem bem atentos. 
   

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Licença Casório!

terça-feira, novembro 28, 2017
Olá pessoal!
Temos um recadinho do mais novo recém-casado do pedaço, Régis Thiago:


E parabéns aos noivos!

Beijos